<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, janeiro 14, 2004

Archie Bunker


Sempre pensei que certos hábitos ou modos de proceder fossem universais, como que inatos ao homem. Inquestionáveis na sua essência e aparência. Como se fizessem parte da ordem do mundo, e a ordem do mundo deles dependesse. Indiferente a geografias, raças, credos e sexo. Indiferente a tudo o que é exterior. Imutável em si, imune à circunstância. Substância, pura substância e nada mais que substância.

Pensava eu e o Archie. Pensávamos. Hoje o « meat head » , quebrou-nos o status quo. Fez tábua rasa de toda uma tradição comportamental gravada a fogo no ácido nucleico, que conserva o nosso código genético.

A sublime lógica e sequência cósmica, meia – meia, sapato – sapato, foi hoje quebrada. É verdade. Parece não poder ser, mas é . O Michael, descobrimos, rege-se pelo caótico e inverosímil, meia – sapato, meia – sapato.

Como pode alguém ser tão insensível ao ponto de guarnecer de sapato um pé já provido de meia, enquanto o outro pé assiste impotente a tudo, deixado criminosamente nu ?

E casou ele a filha com um gajo destes...

Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?